Blog

Início / Archive by category "Blog"
RPG e fisioterapia fazem bem mais do que corrigir a postura

RPG e fisioterapia fazem bem mais do que corrigir a postura

Se você treinar o olhar, logo percebe: o desvio de postura atrapalha a rotina de dez entre dez pessoas. Mas não ache que isso é motivo para dar de ombros e não ligar para a sua coluna, ao contrário. “Uma sessão de RPG (reestruturação postural global) pode revelar vícios de postura que, se ainda não provocam nenhum problema, podem incomodar bastante mais tarde”, afirma a fisioterapeuta Rik Yanada, especialista em RPG do Hospital São Luiz.

Apesar de agir nos casos em que há dor, o RPG é especialmente indicado na correção postural que ainda não chega a atrapalhar a rotina. “Nosso trabalho faz o cérebro repensar os ajustes a que ele está condicionado. Podemos começar com duas sessões por semana até que uma só por mês torna-se suficiente”, diz Rik.

Mas, assim como a fisioterapia tradicional, o RPG não trabalha apenas com dores nas costas. “O RPG ajuda o corpo a se livrar da tensão acumulada por problemas emocionais, ajusta o desequilíbrio muscular que incomoda os pacientes com labirintite, melhorando a sensação de vertigem e de tontura e até age no alívio de casos de cefaléia”, afirma a fisioterapeuta especializada na técnica. Corrigindo a postura e aliviando a tensão acumulada nos ombros, por exemplo, as dores de cabeça tendem a diminuir.

A fisioterapia tradicional também apresenta uma série de aplicações que vão além dos cuidados após alguma lesão ou o combate dos sintomas de lesões por esforço repetitivo. “Sessões de fisioterapia podem facilitar o trabalho de parto normal, exercitando os músculos do períneo ao longo da gravidez”, afirma André Costa, chefe da fisioterapia da unidade Morumbi do Hospital São Luiz. A respiração também é trabalhada nas sessões, ajudando a mãe a sentir menos desconforto na hora do nascimento do bebê.

O estímulo dos músculos do períneo também ajuda pacientes que sofrem coma incontinência urinária. “O problema, que causa vergonha, praticamente desaparece com sessões de fisioterapia”, afirma o especialista. No tratamento de problemas pulmonares, esse tipo de acompanhamento faz diferença. André conta que algumas manobras realizadas pelo fisioterapeuta ajudam a limpar a secreção acumulada nos pulmões, acelerando a recuperação. “É uma espécie de massagem, que favorece a eliminação do muco. Nos pacientes mais graves, podemos usar sondas para melhorar os resultados. Mas, muitas vezes, somente as manobras no tórax são suficientes”.

Postura alinhada
A fisioterapia tradicional também é aliada da boa postura. Mas, segundo André, ela não é a mais indicada quando o problema não chega a causar incômodo. “O alongamento e fortalecimento dos músculos, conforme trabalhamos, é mais indicado quando há dor ou lesão instalada”, afirma. As sessões preventivas, realizadas no ambiente de trabalho, também são uma alternativa em que o método convencional traz respostas positivas, prevenindo dores nas costas e inflamações como a tendinite. A postura desalinhada, segundo ele, tem no RPG um método de correção mais eficiente.

“Quando o paciente está com dor, no entanto, as técnicas tradicionais são muito eficazes. Num caso de inflamação, por exemplo, os aparelhos de eletro-estimulação fazem com que o desconforto desapareça e o paciente realize os movimentos normalmente, acelerando os tratamentos”, diz. “Não é que dispensamos os medicamentos, muitas vezes as terapias precisam ser feitas em conjunto. Mas é comum encontrar situações em que os próprios médicos recomendam a reabilitação do corpo somente a partir da fisioterapia, com exercícios e aparelhos capazes de devolver a qualidade de vida ao paciente”.

Fonte: Minha Vida

7 dicas para desinchar a barriguinha em até 3 dias

7 dicas para desinchar a barriguinha em até 3 dias

Um dos efeitos do descontrole na alimentação é o inchaço na barriga dias depois do deslize. Para quem está em uma dieta regrada, o aumento da região abdominal pode ser um tanto desanimador.

Mas não há com o que se desesperar já que algumas mudanças são capazes de diminuir o inchaço e favorecer o trânsito intestinal rapidamente diminuindo a protuberância abdominal em poucos dias.

Como diminuir a barriga rapidamente

Retenção de líquidos

1 – Fique longe de alimentos que provocam retenção de líquidos, como sal refinado, comidas processadas com muito corante e ingredientes químicos, açúcar refinado, álcool e bebidas gaseificadas.

Além das listinha de alimentos para evitar, há outra com aqueles que devem ser priorizados.

2 – Beba muita água. O organismo só vai liberar o líquido retido e, portanto, diminuir o inchaço, quando estiver certo de que há bastante água circulando por ele. Beba, no mínimo, 3 litros por dia. No mínimo. Vale inclusive apostar em misturas de água com limão ou gengibre, que possuem vitaminas, antioxidantes e substâncias termogênicas que a longo prazo são benéficas.

3 – Acrescente também bebidas naturais diuréticas. Os chás de cavalinha, hibisco e o chá verde são os mais práticos, acessíveis e eficientes. Eles desintoxicam e estimulam a circulação da linfa e, assim, contribuem para acabar com a retenção também na região abdominal.

4 – Durante o dia, opte por uma alimentação leve e foque nas frutas ricas em água, que são ricas em nutrientes, facilmente digeridas e estimulam a drenagem linfática. Melão, uva, morango, limão, abacaxi e melancia são opções.

Funcionamento do intestino

5 – Coma alimentos ricos em fibras, como farinha de linhaça, amaranto e aveia sem glúten. Eles estimulam a formação do bolo fecal e, eliminando todas as fezes retidas no intestino, a barriga tende a diminuir.

6 – Especialmente no jantar, use pimentas para temperar a comida. O condimento aumenta o fluxo de enzimas digestivas.

7 – Abuse também dos alimentos probióticos, como iogurtes naturais (sem corantes) e kefir de água ou de leite. Eles estimulam rapidamente o funcionamento do sistema gastrointestinal e, por isso, contribuem para o objetivo instantaneamente.

Fonte: Vix

Acupuntura ajuda a tratar infertilidade feminina

Acupuntura ajuda a tratar infertilidade feminina

Até 20% do casais enfrentam dificuldades para engravidar, especialmente para as mulheres com mais de 35 anos. Existem inúmeros tratamentos que ajudam a estimular a gravidez e um deles pode até soar estranho para muita gente: a acupuntura.

Além da idade, existem outros fatores que prejudicam a fertilização: obesidade, distúrbios hormonais, doenças ginecológicas, genética, estresse, além de uso prolongado de anticoncepcional. Com a técnica chinesa da aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo, é possível reverter alguns desse problemas.

Segundo a fisioterapeuta dermatofuncional Andressa Moraes, a acupuntura pode ser um tratamento isolado para ajudar na gravidez, mas também um complemento no caso de fertilização. “A acupuntura auxilia a fertilização como uma terapia complementar, ela ajuda a fortalecer o sistema reprodutor da paciente e, também, colabora na redução do estresse, uma das causas da infertilidade, favorecendo o relaxamento”, diz a especialista.

Dentre os diversos benefícios das agulhas para a fertilidade, destaque para o estímulo do sistema nervoso central, estabilizando os níveis hormonais, aumentando a circulação sanguínea nos órgãos do aparelho reprodutor e, assim, melhorando e regulando o ciclo ovulatório feminino, conforme a fisioterapeuta.

Andressa Moraes lembra que os tratamentos contra a infertilidade costumam ser bastante estressantes, pois demandam muitos processos, além da ansiedade natural da mulher. Por isso, a terapia com acupuntura é eficaz, proporcionando maior tranquilidade à paciente.

A recomendação da especialista é que o tratamento com as agulhas se inicie antes do processo de fertilização, para melhorar o estado geral da mulher, sempre com o acompanhamento médico. O tratamento pode ser realizado com duas sessões semanais.

Fonte: Revista Encontro

Dez mitos e verdades sobre a drenagem linfática

Dez mitos e verdades sobre a drenagem linfática

Não faltam benefícios na drenagem linfática, mas não faltam também dúvidas sobre o procedimento, que estimula o sistema linfático e ajuda na eliminação de toxinas e líquidos que o corpo acaba retendo no dia a dia. Mas ela emagrece, ajuda na celulite e TPM? Diante das perguntas que costumam aparecer sobre o assunto, listamos os mitos e verdade sobre um dos tipos mais populares de massagem do mercado.

Drenagem ajuda a diminuir celulite

Verdade. Uma das causas da celulite é a retenção de líquidos, e é nisso que a drenagem ajuda.

– A retenção não permite a oxigenação do tecido, dando origem a nódulos. No entanto, a drenagem funciona de maneira mais efetiva no começo do problema- explica Daniele Correa, fisioterapeuta dermatofuncional.

Drenagem emagrece

Mentira. Esse tipo de massagem, ajuda, na verdade na eliminação de líquidos retidos e na liberação de toxinas, não havendo perda de gordura.

– Para de fato perder gordura e emagrecer, é preciso conjugá-la com uma série de fatores que compõem uma rotina saudável, como alimentação balanceada, ingestão adequada de água e exercícios – diz Vanessa Villela, fisioterapeuta da clínica Skinlux, no Rio.

Quem tem problema venoso não pode fazer

Verdade. Quem tem trombose, por exemplo, não deve realizar o procedimento. Mas é indicado sempre consultar um médico antes de qualquer decisão.

Beber água antes da drenagem potencializa os efeitos da massagem

Verdade. Antes e depois da massagem, a água ajuda a melhorar a retenção de líquido e eliminar toxinas. É mito achar que quem sofre com inchaço não deve beber ingerir tanta água. Água é importante sempre, independente da condição.

Se a drenagem for bem-feita, imediatamente após o procedimento você vai ao banheiro urinar

Mito. Segundo Daniele, depende da quantidade de água que a pessoa retém, portanto, isso não é regra.

– Algumas pessoas sentem vontade de urinar durante ou no final da massagem. Mas isso não pode ser aplicada a todos – diz Daniele.

Grávidas não podem fazer drenagem

Mito. Elas podem e devem, sim, fazer o procedimento, uma vez que na gravidez a mulher retém muito líquido, principalmente nos últimos três meses, diz Vanessa.

Drenagem precisa ser feita com creme ou óleo

Mito. O uso de creme ou óleo vão depender do profissional ou do método utilizado, não sendo uma obrigação.

– Para pacientes em pós-operatório, cremes e óleos costumam deixar a massagem mais cômoda a pessoa – diz Daniele.

Drenagem com aparelho é melhor que drenagem manual

Mito. As suas têm bons resultados, pois ativam a circulação sanguínea, melhorando a oxigenação dos tecidos, mas a manual é a mais recomendada.

– No manual, o profissional consegue observar com mais precisão as regiões com mais nódulos, inchaço e edemas e, assim, trabalhar com mais precisão – explica Daniele.

Drenagem malfeita pode dar íngua

Mito. A íngua só aparece por causa de processos inflamatórios ou infecciosos nos gânglios, não tendo nada a ver com um procedimento anterior.

Drenagem ajuda a melhorar sintomas de TPM

Verdade. Sim, sim, sim! Drenagem pode fazer milagres para a tensão pré-menstrual.

– Ela atua na liberação de líquidos, combatendo o inchaço, que é um dos sintomas da TPM, além de ajudar no controle da ansiedade, por ter um efeito relaxante – diz Vanessa.

Fonte: Agência O Globo

Escoliose afeta principalmente os adolescentes. Veja o que fazer

Escoliose afeta principalmente os adolescentes. Veja o que fazer

Apesar de ser um problema de coluna comumente associado a idades avançadas, a escoliose afeta principalmente os adolescentes. A escoliose faz com que a coluna se movimente para os lados e, por isso, pacientes que apresentam a patologia têm a coluna em um formato de S ou de C. Dependendo da intensidade da curvatura, pode ser considerada mais grave ou mais moderada.

Nos adolescentes pode ser do tipo idiopática, quando não tem causa definida ou causada por uma diferença no comprimento dos membros inferiores, de milímetros, que pode levar à escoliose. Ambas precisam de tratamento para não levar à complicações. Por isso, é importante que os pais fiquem atentos.

Segundo a Sociedade de Pesquisa sobre Escoliose (Scoliosis Research Society), a escoliose costuma afetar meninas com mais frequência do que os meninos, ocorrendo geralmente antes da primeira menstruação.

Quando procurar um médico?

A recomendação da Sociedade de Pesquisa sobre Escoliose é que meninas sejam examinadas para identificar a deformidade aos 10 e aos 12 anos, e que os meninos passem pela mesma avaliação aos 13 e aos 14 anos.

Escoliose e saúde mental

Além de problemas físicos, como dificuldade para respirar e diferenças na altura dos ombros, a escoliose sem tratamento pode causar problemas psicológicos, uma vez que a patologia afeta a autoestima dos adolescentes.

A postura incorreta impacta na autoestima, portanto a escoliose não deve ser subestimada. A condição também pode levar os adolescentes a se sentirem excluídos de atividades sociais ou esportivas, por exemplo. Mais tarde, o principal problema da escoliose não tratada será o surgimento de dores nas costas.

Pilates é um forte aliado

Quando há diferença entre os membros, acima de 6 mm, é recomendado o uso de uma palmilha para corrigir a discrepância. Entre os tratamentos iniciais estão técnicas de fisioterapia postural, como o RPG, Pilates e Cadeias Musculares.

O fortalecimento da musculatura em torno da coluna ajuda a corrigir a postura e a minimizar os problemas causados pela escoliose. Por deixar a coluna em uma posição neutra, o Pilates traz importantes benefícios aos adolescentes, pois também ensina a manter a postura estável e ajuda no fortalecimento dos músculos do core (aqueles que dão estabilidade para a coluna). A consciência corporal é um dos pilares da fisioterapia quando o assunto é escoliose. Por isso, todas essas técnicas podem ser trabalhadas em conjunto para um melhor resultado.

Sem tratamento, o quadro pode evoluir e a curvatura da coluna ficar mais acentuada. Para os casos mais graves, a recomendação é o uso de um colete para a coluna ou até mesmo cirurgia para corrigir o desvio.

Você sabia que o Método Pilates Auxilia no Tratamento do Câncer de Mama?

Você sabia que o Método Pilates Auxilia no Tratamento do Câncer de Mama?

O câncer de mama é uma doença na qual ocorre o crescimento desordenado, rápido, agressivo e incontrolável de células que invadem os tecidos e órgãos por infiltração progressiva, destroem o tecido circundante, causam transtorno funcional e podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

Em 2007, o câncer foi a segunda causa de óbito na população brasileira, considerando o total de mortes.

Entre os tipos de câncer, o carcinoma mamário é a neoplasia maligna mais frequente entre as mulheres e corresponde a uma das principais causas de óbito entre elas. A etiologia do câncer de mama é multifatorial, sendo resultante da interação de fatores genéticos com o estilo de vida, hábitos reprodutivos e meio ambiente.

Alguns fatores de risco são a menarca precoce, idade maior que 50 anos e ingestão alcoólica excessiva. A lactação e a prática de atividade física são consideradas fatores de proteção.

O aumento da incidência pode estar relacionado a fatores como o envelhecimento da população e ao estilo de vida sedentário.

Tipos de Tratamento do Câncer de Mama

O tratamento para o câncer de mama é baseado no controle local e sistêmico da doença.

É realizado de acordo com o estadiamento clínico e patológico e com as características da paciente. O tratamento local é realizado com a submissão da paciente à cirurgia e radioterapia (RT) e o sistêmico é composto pela quimioterapia (QT) e hormonioterapia (HT).

A cirurgia tem por objetivo a remoção tumoral e pode ser conservadora ou radical.

Entre as conservadoras, destacam-se a tumorectomia e a quadrandectomia. As cirurgias radicais podem ser mastectomia radical a Halsted e radicais modificadas a Patey ou a Madden. Ainda dentro do tratamento cirúrgico, a abordagem na axila pode ser feita através do esvaziamento linfático axilar (ELA) ou da biópsia do linfonodo sentinela (BLS).

A RT representa uma importante ferramenta na redução do risco de recorrência local da doença. Junto com as cirurgias conservadoras, é o tratamento padrão para a doença em estádios iniciais (0 a IIB), mas também pode ser associada a cirurgias radicais e tratamento paliativo.

Sua ação caracteriza-se pelo bloqueio do ciclo celular através da radiação ionizante, reduzindo assim o tamanho do tumor antes da cirurgia (forma neoadjuvante), ou induzindo a morte das células remanescentes após a abordagem cirúrgica (forma adjuvante).

A QT consiste no emprego de drogas, isoladas ou em combinação, que atuam em nível celular interferindo no seu processo de crescimento e divisão.

A utilização da QT no câncer de mama pode ser de três formas:

Tratamento Neoadjuvante (pré-cirúrgico): para reduzir o tamanho tumoral.

Quimioterapia Adjuvante (pós-cirúrgica): com o objetivo de destruir micrometástases.

Quimioterapia Paliativa: visando à melhora momentânea da paciente.

Já HT é a adição de substâncias endócrinas em pacientes cujas células tumorais expressam receptor hormonal positivo.

Complicações do Tratamento

O diagnóstico e as terapias utilizadas para o tratamento do câncer de mama podem trazer repercussões físicas, psicológicas e sociais que comprometem a saúde, a função e a qualidade da vida das mulheres.

Um acompanhamento fisioterapêutico faz-se necessário desde o diagnóstico (pré-tratamento) e ao longo das abordagens neoadjuvantes, cirúrgicas e adjuvantes como forma, não só de tratamento, mas também preventiva.

As possíveis complicações são:

  • Dor
  • Complicações Pulmonares
  • Linfedema
  • Redução da Mobilidade do Ombro
  • Aderências
  • Fraqueza Muscular
  • Desalinhamento Postural
  • Alterações da Sensibilidade
  • Fadiga
  • Diminuição da Função e Qualidade de Vida
  • Método Pilates

No caso das mulheres com câncer de mama, o método Pilates objetiva a prevenção e o alívio dos sintomas como dor, fadiga, diminuição de força e movimento, resultando em melhora na realização das atividades de vida diária.

Ele pode ser aplicado como intervenção complementar adicionalmente ao tratamento padrão. É recomendado ser realizado 3x por semana, durante 8 a 12 semanas após o término dos tratamentos adjuvantes e com a supervisão de um fisioterapeuta.

A aplicação do método Pilates tem sido associada à melhora significante da capacidade funcional, flexibilidade, dor, fadiga, depressão e qualidade de vida.

Com a melhora de tantas variáveis, os exercícios propostos podem envolver não só especificamente o membro superior, mas também todas as partes do corpo, o que já é característico do método.

Concluindo…

O método Pilates pode e deve ser aplicado com segurança em mulheres tratadas por câncer de mama, tanto na prevenção como no alívio de complicações resultantes dos tratamentos.

Os exercícios escolhidos devem ser individualizados de acordo com cada caso, englobando exercícios específicos e gerais.

E você, já tratou alguma aluna/paciente que passou por um câncer de mama? Conta nos comentários!

Drenagem linfática manual alivia alguns sintomas da gestação

Drenagem linfática manual alivia alguns sintomas da gestação

Gerar um bebê é o desejo de muitas mulheres. Porém, esse momento tão especial pode vir acompanhado de alguns desconfortos na mulher como o inchaço, cansaço e até formigamentos. Quanto mais o bebê cresce, a barriga da futura mamãe começa a esticar, e é neste momento que o corpo da mulher começa a apresentar os famosos inchaços. Para reduzir estes incômodos, especialistas indicam a Drenagem Linfática Manual, realizada, pelo menos, uma vez por semana.

A Drenagem Linfática Manual ajuda a reduzir principalmente o inchaço, prevenindo os transtornos circulatórios, evitando as temidas varizes e cansaços nas pernas, além de promover bem-estar e relaxamento tanto para a mamãe quanto para o bebe. A drenagem ainda ajuda na recuperação do pós-parto e na prevenção de celulites e estrias.

A Drenagem Linfática Manual é um método de massagem altamente especializado, realizado através de pressões suaves, lentas e rítmicas, que seguem o trajeto do sistema linfático do corpo, reduzindo o líquido acumulado, principalmente quando se trata de gestantes. A massagem proporciona a drenagem de líquidos e estimula a defesa imunológica, aumentando a diurese, a eliminação de toxinas e, com isso, desenvolve o equilíbrio do organismo, promovendo mais conforto e bem-estar para a futura mamãe.

As dores nas costas e a falta de ar, causadas pelo peso do bebê, muitas vezes dificultam a locomoção e a posição das grávidas na hora de deitar. Durante o procedimento da massagem, a posição mais indicada é adaptada ao corpo da gestante e deve ser a melhor possível para a paciente se sentir bem e tranquila. A gestante deve sentir-se confortável para a massagem: a cabeceira da maca deve sempre estar elevada a 30 graus, para que não haja compressão da veia aorta.

Mas, não são todas as mulheres que podem receber a drenagem linfática. A massagem é contraindicada para grávidas com hipertensão não controlada, insuficiência renal, trombose venosa profunda e infecções ou erupções na pele. O procedimento deve ser efetuado por um fisioterapeuta que conhece os recursos indicados e as contraindicações.

Os 10 esportes que mais queimam calorias

Os 10 esportes que mais queimam calorias

Qual é a melhor maneira de queimar o maior número de calorias? Veja essa matéria sobre as atividades esportivas que mais queimam calorias.

Se você é atarefado e não possui tempo para exercícios, nós vamos ajudá-lo para que você maximize seu tempo.

Veja a lista dos exercícios que mais queimam calorias:

10 – Aeróbica – 664 calorias/hora

9 – Patinação – 683 calorias/hora

8 – Basket – 728 calorias/hora.

7 – Tênis – 728 calorias/hora.

6 – Correr (8 km/h) – 755 calorias/hora.

5 – Subir escadas – 819 calorias/hora.

4 – Natação – 892 calorias/hora.

3 – Taekwondo – 937 calorias/hora.

2 – Pular corda – 1074 calorias/hora.

1 – Correr (12km/h) – 1074 calorias/hora.

Algumas outras atividades:

Spinning: Os participantes dessas aulas podem queimar de 500 a 700 calorias em uma sessão. Este acompanha de perto com outros dados em ciclismo estacionário.

Pilates: Encontramos apenas uma publicação de 2005 que oferece qualquer coisa como ciência sobre a eficiência calórica dos pilates (embora pareça ter sido publicado sem revisão normal por pares). Ele afirma que as pilates queimam 4,0 a 7,5 calorias por minuto. Supondo que isso se traduz em períodos de tempo mais longos, é cerca de 240 a 450 calorias por hora.

Zumba: Um estudo financiado por “Zumba” realizado em mulheres jovens e saudáveis descobriu que uma única classe de Zumba de 39 minutos queima uma média de cerca de 360 calorias.

Conheça a Influência do Pilates no Aluno Depressivo

Conheça a Influência do Pilates no Aluno Depressivo

Durante o passar dos anos nossos estilos de vida foram nos tornando cada vez mais sedentários e, consequentemente nossos corpos e mentes sofreram muito. Nos últimos anos as pessoas estão se tornando mais conscientes da importância da boa forma física e mental para levar uma vida feliz e saudável.

Segundo Joseph H. Pilates, o problema é que as pessoas acreditam que podem ser felizes, “sem esforço regular e disciplinado, necessário para tomar nossos corpos totalmente móveis, fortes e resistentes, para manter nossa corrente sanguínea pura e para refrescar continuamente nosso fluxo mental.”

O Método Pilates restaura o equilíbrio natural do corpo e da mente. Segundo o relato de vários alunos é notória a sensação de bem estar físico e mental após um mês de pratica do método.

Ao praticar o Pilates, o aluno estará estimulando o sistema circulatório, oxigenando o sangue, auxiliando a drenagem linfática e liberando as endorfinas que são responsáveis por aquela sensação de “bem estar”.

A maioria dos exercícios de Joseph Pilates foram desenvolvidos de forma a realizá-los de maneira reclinada, ou deitada, permitindo assim que seja possível a prática do exercício sem sobrecarregar o coração e tirando a vantagem de uma posição mais relaxada, mais natural, dos órgão internos.

“O controle correto do coração acompanha uma respiração correta, que simultaneamente reduz o esforço do coração, purifica o sangue e desenvolve os pulmões” descreveu Joseph Pilates.

Pilares do Pilates

O Pilates se baseia em seis pilares:

1) Concentração – Preste atenção a cada movimento! Quando sua mente e o seu corpo trabalham juntos, você consegue fazer um programa de exercícios ideal.

2) Controle – Em outras palavras, movimento e atividade em controle levam a um conjunto de exercícios contraproducentes, sem objetivo.

3) Centro – O corpo humano tem um centro físico onde originam-se todos os movimentos. Joseph Pilates denominou esta área de ”centro de força” ou Power House.

4) Movimento Fluido – Este deve partir do centro de força para fora. Deve-se evitar movimentos rígidos e que cause trancos.

5) Precisão – Deve se concentrar nos movimentos, caso contrário, estes serão executados de forma inadequada e eles perderão seu valor.

6) Respiração – Pilates sempre enfatizou a importância da respiração adequada durante os exercícios oxigenando o sangue e eliminando os gases nocivos.

Depressão: o que é, qual a causa?

Depressão é um distúrbio afetivo, que se apresenta através de tristeza, pessimismo, baixa autoestima e outros sintomas, causando o isolamento do indivíduo.

Isso acontece por alterações químicas que ocorrem no cérebro principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina, e em menor intensidade, a dopamina) substâncias responsáveis pelo impulso nervo entre as células.

A depressão é uma doença grave podendo levar a morte.

Segundo a base de dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país com maior incidência de depressão na América Latina e o segundo com maior prevalência dentre os continentes americanos.

Em 2015, 788 mil pessoas que sofriam com depressão morreram por suicídio. Isso representou quase 1,5% de todas as mortes no mundo.

Benefícios do Pilates no Aluno com Depressão

  • Melhora da Postura
  • Melhora da Qualidade de Vida
  • Diminuição das Crises de Depressão
  • Melhora da Socialização
  • Melhora da Atenção
  • Melhora na Coordenação Motora
  • Melhora do Equilíbrio
  • Melhora da Lateralidade
  • Melhora da Força
  • Melhora da Concentração
  • Melhora da Respiração
  • Mudança no Estilo de vida
  • Aumento da Autoestima
  • Maior Comprometimento
  • Consegue Manter o Foco nos Objetivos
  • Comprometimento com uma Rotina Diária
  • Controle de Doenças Secundária (Exemplo: Hipertensão Arterial, Diabetes, Problemas Articulares, Dores Posturais entre outras)
  • O aluno depressivo tende a se isolar, e apesar do Pilates ser uma atividade predominantemente individual, pode ser praticada em duplas ou grupos estimulando assim a interação entre indivíduos distintos.

Durante uma aula de Pilates, os alunos tendem a interagir verbalmente falando sobre assuntos do seu cotidiano, além de poderem ser incentivados a realizar alguns exercícios juntos, criando uma conexão informal e descontraída com os outros alunos.

 03Como o Pilates pode ajudar os Alunos com Depressão?

Pacientes com depressão apresentam uma carência excessiva, um semblante triste e baixa autoestima e o mais importante com este tipo de aluno depressivo é incentivar a socialização sem ser invasivo.

Estes alunos tem uma tendência a desistir facilmente de seus objetivos e não se comprometer com compromissos de longo prazo que possam promover uma rotina em sua vida diária.

Concluindo…

Podemos concluir que para atingimos nossos objetivos com alunos que sofrem de depressão não basta somente orientar a execução dos exercícios, devemos também traçar uma estratégia na qual o aluno se sinta como parte do processo.

Isso pois como vimos acima há um grande índice de depressão entre todo o mundo e é uma doença que vem crescendo cada vez mais com o aumento das redes sociais e distanciamento entre as pessoas.

Podemos ver que o Pilates além de trazer benefícios diretos para saúde e o corpo, também promove a socialização e aumento da autoestima auxiliando no tratamento do aluno depressivo.

5 benefícios do Pilates para o seu cérebro

5 benefícios do Pilates para o seu cérebro

Se você acha que o Pilates é um exercício para fortalecer seu Core – músculos que dão suporte e estabilidade para as regiões pélvica, lombar e para o quadril – você não está errado. Mas, há boas razões para acreditar que esse método, que se popularizou nos últimos tempos, tem também efeitos positivos para o seu cérebro.

O método conta mais de 500 exercícios precisos e controlados para dar flexibilidade e fortalecer a musculatura, principalmente da região do Core. Originalmente chamado de contrologia, foi criado por Joseph Pilates, durante 1ª Primeira Guerra Mundial para ajudar na reabilitação de soldados feridos.

Ao longo dos anos, diversas pesquisas já apontaram que a técnica traz benefícios também para a saúde mental de seus praticantes. Veja abaixo como o Pilates beneficia o cérebro:

Exercita a capacidade de focar

Durante as aulas de Pilates, é preciso estar muito atento às instruções. Os alunos são ensinados a perceber as sensações produzidas em cada movimento e precisam coordenar os movimentos com a respiração. Isso ajuda a viver o momento presente e estar totalmente concentrado na atividade.

Faz você ficar mais forte física e mentalmente

O Pilates é um tipo de treinamento de força e esse tipo de atividade está associada a algumas mudanças no cérebro. Um estudo publicado em 2015, no Journal of the International Neuropsychological Society, mostrou que pessoas que praticam treinamentos para fortalecimento, duas vezes por semana, durante um ano, obtiveram melhoras na função executiva e na memória. Além disso, houve menor atrofia do cérebro.

Melhora a postura e a atitude

Um dos objetivos do Pilates é melhorar a postura por meio do fortalecimento dos músculos do CORE. Isso ajuda os praticantes a terem mais consciência do alinhamento corporal em seus movimentos e em suas rotinas diárias. Uma postura mais adequada tem seus benefícios físicos, como redução de dor nas costas, nos ombros e no pescoço, como também oferece vantagens para a saúde mental. Uma boa postura ajuda a aumentar a autoestima e autoconfiança, por exemplo.

É uma oportunidade para aprender coisas novas

Quando a pessoa começa a fazer o Pilates, o cérebro irá se beneficiar por meio do aprendizado de novos padrões de movimento. Sempre que você aprende algo novo que requer um esforço contínuo, você ajuda o seu cérebro a criar novas conexões, aumentando a sua capacidade cognitiva.

Pode ajudar a dormir melhor

Vários estudos já mostraram que a atividade física pode ajudar a regular o sono. Pilates envolve o corpo e o cérebro de diferentes maneiras que ajudam a limpar a mente, trazendo relaxamento e bem-estar, essenciais para uma boa noite de sono. Um estudo comprovou que a prática ajuda a melhorar a qualidade do sono e sua duração em pessoas de meia idade, fase em que a insônia costuma ser mais intensa.

Como vimos, o Pilates é uma atividade física que traz inúmeros benefícios, tanto para o corpo, quanto para a mente. Além disso, ele pode ser feito por pessoas de qualquer idade, incluindo gestantes e idosos.00