Blog

Início / Archive by category "Blog" (Page 2)
Pilates auxilia no tratamento da hérnia de disco

Pilates auxilia no tratamento da hérnia de disco

O desequilíbrio osteomuscular é hoje considerado o maior causador de compensações musculares, dores e problemas de coluna. Na maioria dos casos, o paciente sente dores insuportáveis sem saber ao certo o que está acontecendo. Dentro desta estatística de causas, pode-se considerar que 5,4 milhões de brasileiros que sentem dor lombar, sofrem de hérnia discal nesta região da coluna. São essas dores que incapacitam as pessoas, muitas vezes, de realizarem atividades simples da vida diária, comprometendo a qualidade de vida. A prática contínua do pilates auxilia no tratamento.

Fisiologicamente, na hérnia de disco o espaço entre essas vértebras diminui e o disco é pressionado e até mesmo desgastado. Quando este desgaste é muito grande pode ocorrer uma ruptura no anel (a parte externa do disco), deslocando o núcleo discal para fora. Geralmente esse fragmento do disco que escapa comprime alguma (s) raiz (es) do nervo, causando dor e/ou formigamento, mais comum nas pernas e braços.

A prática de pilates tem sido uma alternativa freqüente para a reabilitação e a estabilização da hérnia de disco. Resumidamente, a prática dos exercícios proporciona o alongamento da cadeia muscular posterior, um ganho de espaço intervertebral e hidratação do disco. Este espaço é mantido com o fortalecimento do abdome e estabilização do tronco, fazendo com que o indivíduo tenha diminuição do quadro de dor e melhora da qualidade de vida. O tratamento da hérnia de disco pode ser dividido em fases dependendo do seu limiar de dor. A avaliação é realizada por uma profissional de fisioterapia que fará as indicações necessárias ao tratamento.

Não há nenhuma restrição quanto à prática regular dos exercícios por quem sofre com a hérnia de disco, seja na fase aguda, subaguda ou crônica desde que sejam orientados por um profissional qualificado, o qual buscará a progressão dos exercícios específicos para cada fase.

Hipotireoidismo e Acupuntura

Hipotireoidismo e Acupuntura

A tireoide é uma glândula endócrina, localizada na região anterior do pescoço, responsável pela produção dos hormônios tri-iodotironina (T3) e Tiroxina (T4), responsáveis por várias funções do metabolismo e por regular a função de importantes órgãos como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. 

O Hipotireoidismo é uma disfunção na qual a glândula tireoide é incapaz de secretar níveis suficientes dos hormônios T3 e T4. 

As principais causas são: Tumores e nódulos, deficiência do iodo, tireoide de Hashimoto (doença auto-imune), falta de hormônio estimulante da tireoide, problemas pós-parto, má formação fetal da tireoide, além de dietas com baixo teor de carboidratos, falta de sal e excesso de exercícios físicos.

Esta deficiência é mais comum em mulheres, mas pode acometer qualquer pessoa, até mesmo recém-nascidos (hipotireoidismo congênito), podendo causar uma série de alterações no organismo como: depressão, irritabilidade, desaceleração dos batimentos cardíacos, intestino preso, menstruação irregular, falhas de memória, cansaço excessivo, dores musculares e articulares, cãibras musculares, pele seca, queda de cabelo, ganho de peso, inchaço corporal e aumento do colesterol no sangue. 

Na visão da Medicina Chinesa o Hipotireoidismo é frequentemente relacionado com as síndromes de deficiência do Qi (energia) do Yin e do Yang do Rim, com predominância da deficiência do Yang, então veremos uma pessoa predominantemente no estado YIN (lenta, fria, úmida e deprimida). Contudo todo esse estado de lentidão irá repercutir por todo o metabolismo do corpo, trazendo inúmeras manifestações. Os fatores emocionais também estão envolvidos nessas disfunções, pois as emoções fortes e de longa duração geram estagnação e consomem substancias vitais do nosso corpo.

No conceito oriental o território da tireoide é governado pelo coração (XIN). O coração é a sede da mente e das emoções. A estagnação de Qi derivada do estresse emocional afeta o Fígado, Pulmão, Coração, Estômago e Baço, primeiramente energeticamente e posteriormente alterando a função destes órgãos. 

Tratamento por acupuntura

A acupuntura irá proporcionar uma estabilidade nos mecanismos geradores de energia do organismo, fortalecendo a tireoide, e fazendo-a trabalhar melhor e promover um novo estado de homeostase para o organismo.

Utiliza-se o tratamento sistêmico (pontos no corpo) e auricular com o ajuste do sistema endócrino-metabólico. Alguns pontos como VG20 (que tonifica o Yang e estimula as funções cerebrais e hormonais), pontos extra do umbigo (que estimulam a função de baço em transformar, transportar e formar o Qi adquirido), R7 (que tonifica o Yang do Rim), BP6 (que é tônico do Yin do Qi e Xue) e Yintang (que é um ponto reflexo da hipófise e controla as glândulas da tireóide) são muito utilizados e respondem com ótimos resultados, minimizando os transtornos do Hipotireoidismo e proporcionando uma melhor qualidade de vida aos pacientes.

Grávida pode praticar Pilates?

Grávida pode praticar Pilates?

A primeira atitude da maioria das grávidas é buscar alternativas para que o período transcorra de maneira tranquila e saudável. Fazer pequenas caminhadas, malhar, praticar natação são atitudes interessantes para escapar do sedentarismo. Em relação às práticas físicas um questionamento é muito comum. As gestantes podem praticar pilates? Bem completo, o pilates é uma atividade que envolve força, flexibilidade, respiração e coordenação dos movimentos. Hoje cada vez mais mulheres praticam e usufruem dos benefícios que não são poucos.

Considerada uma atividade de baixo impacto, o pilates fortalece a região pélvica, as costas, e ombros. Os outros benefícios são igualmente relevantes: melhora na capacidade respiratória, circulação do sangue, condicionamento físico, controle do peso, e diminuição das dores e cansaços típicos da gestação.

Há exercícios específicos no pilates. É obvio que alguns deles não serão recomendados para gestantes, mas é possível usufruir de todos os benefícios da atividade na prática responsável dos que forem sugeridos.

Evite o exagero nos exercícios

Mesmo não sendo grávida, o exagero em exercícios físicos pode custar caro à saúde. Em gestantes o chamado overtraining é ainda mais grave em razão da maior necessidade de cautela com o corpo no período.

É claro que a atividade física promove sensação de satisfação e a vontade de praticar mais e mais é inescapável. Mas é fundamental respeitar os limites do próprio corpo, pois a alta intensidade poderá provocar: mal estar, falta de ar, náusea, perda de líquido, sangramento na vagina e iminência de desmaios.

No aparecimento destes ou outros sintomas, é necessário interromper a atividade de maneira imediata e consultar o médico.

Dicas importantes para a saúde da gestante

Gravidez não é um fardo como algumas pessoas pensam. Com alguma dedicação e cautela é viável encarar os nove meses com conforto e alegre expectativa para o dia do parto. Além de praticar pilates, musculação, e caminhar é válido seguir alguns passos que são considerados determinantes para a saúde.

Dormir regularmente – O sono regular está diretamente relacionado com qualidade de vida, e a gestante deverá dormir cerca de 8 horas por noite.

Beber bastante água – A ingestão de cerca de 2 litros de água por dia é útil para a circulação de nutrientes pelo corpo, manutenção da temperatura do corpo e para garantir a hidratação certa.

Fugir do estresse – Escapar de situações estressantes é essencial para a saúde do corpo. O estresse prejudica o sono, provoca ansiedade, compromete o sistema imunológico e pode ser um desencadeador para doenças sérias.

Alimentar-se de forma equilibrada – Comer legumes, frutas, verduras, cereais, carnes magras é muito bom para a saúde da mãe e do bebê.

Quedas fazem 30% dos idosos se machucarem ao ano no Brasil

Quedas fazem 30% dos idosos se machucarem ao ano no Brasil

Organização Mundial de Saúde alerta sobre os riscos de quedas entre idosos. O alerta é da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. As quedas são os principais pontos de atenção, já que elas fazem vítimas pelo menos 30% dos idosos ao ano, segundo dados da Organização Mundial Da Saúde. O grande problema é a recuperação que é mais lenta, devido às mudanças fisiológicas em ossos e articulações que estão envelhecidas.

A funcionária pública Denise Wanke conta que seu marido, João Nicolau de 71 anos, fraturou o tornozelo há cerca de 30 dias. “Ele estava voltando do parque quando escorregou. Chegou em casa falando que não era nada demais, mas quando o inchaço aumentou fomos ao médico”, explica. Segundo Denise, o médico orientou que ele usasse a bota ortopédica e uma bengala para auxiliar na locomoção, por 60 dias, além de fazer fisioterapia.

Segundo o Ministério da Saúde existem vários exercícios que podem auxiliar na prevenção dessas quedas que parecem de pequeno impacto, mas que causam grande transtorno. As atividades podem reduzir cerca de 10% os riscos de tombos. Atividades de equilíbrio, como o pilates e alongamento são opções.

Dentro de casa, o Ministério da Saúde indica cuidados no banheiro, como tapetes antiderrapantes, barras de apoio para auxiliar na hora do banho e boa iluminação. No quarto tomar cuidado com a altura da cama. Problemas nos ossos afetam jovens

O problema não afeta somente idosos. A OMS afirma que pessoas jovens que já enfrentam problemas nos ossos, como hérnia de disco e dores nas colunas devem se cuidar através de alongamentos e medicação.

Ainda jovem, a assistente de seguros Fernando Mezzadri Lopes, descobriu aos 25 anos uma hérnia de disco. Hoje aos 28 anos, Fernanda conta que sentia fortes dores nas costas desde os 18 anos e que somente em 2013 descobriu a doença. “Antes de descobrir a hérnia sentia com muita freqüência, sinto muita dor quando faço muito esforço do tipo carregar algo pesado, ou ficar muito tempo em pé”, diz.

A jovem toma medicamento durante crises e quando a dor é intensa e ela não consegue nem mesmo se mexer. A hérnia de disco acontece quando uma parte do disco que fica entre as vértebras, sai da posição normal e comprime as raízes dos nervos que começam na medula espinhal e vão até a coluna vertebral.

Fernanda añrma que já fez fisioterapia, hidroterapia e pilates. “Alongamento e pilates ajudam a prevenir”, explica. Por ter problemas na coluna a jovem não pode fazer exercícios de auto impacto na academia, por exemplo. E já teve vezes onde teve que parar uma atividade devido a intensa dor nas costas. “A última que lembro estava escovando os dentes, a hora que abaixei senti dor intensa e tive que pedir ajuda pra chegar até a cama”, afirma.

Phelps usa método milenar chinês e bate recorde de medalhas olímpicas

Phelps usa método milenar chinês e bate recorde de medalhas olímpicas

As pessoas que acompanham e vibram com a performance do atleta Michael Phelps nas Olimpíadas do Rio de Janeiro estão intrigadas com as marcas redondas de cor roxa no ombro do famoso nadador. Mas afinal, o que são essas estranhas marcas?

Alguns comentaristas brasileiros tentaram explicar que se tratava de “copos de sucção”. Na realidade se trata de uma antiga terapia chinesa, que se fundamenta nos princípios da Acupuntura. Porém na Terapia por Ventosas ou Ventosaterapia (em inglês chama-se Cupping) são utilizadas ventosas (confeccionadas em acrílico ou vidro) que sofrem uma pressão negativa e imediatamente sugam a região da pele em que as ventosas são aplicadas, à semelhança das ventosas de um polvo que adere a uma superfície.

Segundo Márcio Luna, especialista carioca em Acupuntura e Ventosas há 32 anos, fisioterapeuta e autor de tese de mestrado sobre a melhora da performance de atletas de alto rendimento através da Acupuntura, a terapia por Ventosas é muito eficiente para problemas musculares.

Ela estimula as células regenerativas e reparadoras no local da lesão e com isso alivia a dor e acelera a recuperação do tecido lesionado. A sucção, ou pressão negativa, que a Ventosa causa, promove um aumento circunscrito na microcirculação do local da lesão, facilitando assim a drenagem de citocinas proinflamatórias, ao mesmo tempo em que atrai fibroblastos e outras células reparadoras para liberarem seus fatores regenerativos e de crescimento no local da lesão, explica Dr. Luna.

Para Luna, muitas equipes e atletas olímpicos estrangeiros se utilizam de muitos outros recursos terapêuticos orientais além das Ventosas, como por exemplo: a acupuntura, a moxabustão e a tui-ná. Porém, como a maioria deles não deixa marcas na pele, não chama a atenção da imprensa e nem das autoridades desportivas brasileiras, lamenta Luna que recentemente colocou sua expertise a disposição da gerência de alto rendimento do COB, sem lograr êxito.

Ele pode ser um bom personagem para a pauta falando não só da utilização do método pelo Phelps, mas como a medicina tradicional chinesa pode melhorar o rendimento e a performance de atletas brasileiros.

Fonte: Jornal do Brasil

Fisioterapeuta: o novo personal trainer

Fisioterapeuta: o novo personal trainer

A mania da turma fitness agora é ter o número do telefone de um profissional para cuidar do joelho, lombar e articulações na tela de favoritos do celular – e não só em razão de eventuais excessos na academia. O estilo de vida que levamos hoje rende muitas dores: a rotina corrida causa tensões na coluna; e o teclado do computador, dos smartphones e de tablets são grandes vilões pela posição que temos de ficar para segurá-los e teclar (o tempo todo!). “Esses movimentos causam estresse na cervical, e é também por causa deles que sentimos dores nos punhos”, explica o fisioterapeuta e acupunturista carioca Leandro Stelling.

É impossível abandonar por completo essas atividades cotidianas, ainda que existam medidas para evitar que elas causem danos, como dar uma volta depois de 40 minutos sentado na cadeira do escritório e fazer acupuntura e massagens para diminuir dores. Mais seguro ainda é ter um fisioterapeuta para chamar de seu, um que trabalhe em conjunto como personal trainer e que acompanhe o seu dia a dia.

Marido da modelo Barbara Beluco, o primeiro contato do empresário Daniel Fonseca com um fisioterapeuta foi devido a dores causadas por exercício físico. Hoje ele não vive mais sem Mauricio Garcia, do Instituto Cohen, de São Paulo. O empresário teve de começar a tratar da lombar depois de um acidente de esqui na neve; recentemente iniciou uma nova físio nas pernas, pois acabou com tendinite nos joelhos ao tentar acompanhar a mulher em suas corridas diárias de 10 quilômetros.

“Eu resistia duramente a fazer fisioterapia por achar que o tratamento seria maçante, mas acabei me surpreendendo. Hoje faço academia leve, pilates e RPG; continuo a esquiar e coloco gelo se sinto alguma coisa. Depois de dois anos, não tenho mais dor”, conta Daniel, que também voltou a correr de leve ao lado da mulher.

Mauricio, o responsável pela melhora, cuida de vários esportistas, como o triatleta João Paulo Diniz e o empresário Alexandre Birman. “Tenho clientes comigo há 15 anos, o que não quer dizer que eles nunca melhoram. Sou um ‘personal fisioterapeuta’, me coloco sempre à disposição, independentemente da hora. O tratamento é customizado, e os exames são feitos com rapidez.”

Há quem evite o consultório pensando que o físio vai banir academia e salto alto, mas não é por aí. “O foco inicial são os trabalhos preventivos para evitar lesões, e terapêuticos: restaurar, conservar e melhorar a capacidade física”, explica a fisioterapeuta Débora Ucha, que cuidou de Ronaldo Fenômeno e Preta Gil em suas participações no quadro Medida Certa do Fantástico.

Continuar a atividade física mesmo com dor é palavra de ordem: “Sempre digo: não pare de se exercitar. Se for para errar, é melhor que seja para o movimento do que para a falta dele. Só aconselho interromper se acontecer algo grave, como uma fratura. O melhor é trocar a atividade que causa dor, indo por exemplo, da esteira para o transport”, explica Mauricio Garcia.

Fonte: Revista Vogue Brasil

Diferenças entre psiquiatra, psicólogo, psicanalista e psicoterapeuta

Diferenças entre psiquiatra, psicólogo, psicanalista e psicoterapeuta

Há, frequentemente, dúvida sobre as diferenças entre psiquiatra, psicólogo, psicanalista e psicoterapeuta. Embora estes profissionais possam trabalhar em campos ligados à saúde mental e compartilhem a missão de atender pessoas que anseiam por mudanças em relação ao que fazem, ao que sentem e ao que pensam, diferenças importantes podem ser identificadas. Tais diferenças concentram-se na formação do profissional, no modo de compreender o complexo fenômeno do comportamento humano e, consequentemente, nos métodos de intervenção.

Continue lendo

RPG: benefícios para coluna, músculos e postura

RPG: benefícios para coluna, músculos e postura

Quais são os principais benefícios do RPG (Reeducação Postural Global)?
O RPG é um tratamento que tem como objetivo prevenir e tratar os diversos tipos de dores musculares e articulares, também trata desvios da coluna vertebral (escoliose, hiperlordose, retificações, cifoses…) e das articulações como quadril, joelho, ombros, etc.

Quando o paciente é submetido aos cuidados de um profissional qualificado, entre outras disfunções, ele pode corrigir a postura, resolver problemas crônicos de coluna, alongar os músculos, melhorar a asma e bronquite por melhorar a postura em cifose torácica característica de pessoas com esses problemas reparatórios. A postura correta ajuda até na diminuição da incômoda barriguinha.

O RPG também pode ser aplicado às mulheres grávidas e muitos médicos obstetras já indicam, com a devida atenção individual e adaptação à realidade da gestante. Incluem desde a preparação para o parto até a recuperação pós-parto.

Os médicos já estão conscientes dos benefícios que o RPG pode trazer a saúde de seus pacientes.

Pilates: 10 benefícios para o corpo e mente

Pilates: 10 benefícios para o corpo e mente

Todos nós sabemos que a prática de uma atividade física faz bem não somente ao nosso corpo, mas também nos dá uma sensação de bem-estar. Mas nem todas as pessoas gostam de ficar horas na academia fazendo musculação ou tem a oportunidade de fazer uma atividade física em um ginásio.

Para tonificar a musculatura, o pilates é uma atividade que ajuda a ficar em forma. Os exercícios de pilates ajudam a melhorar a respiração, alinhar a coluna, estimular a concentração para um movimento suave e entrar em sintonia com o seu corpo. Os exercícios podem ser dados em uma intensidade reduzida e sem grandes lesões.

Veja, a seguir, uma lista com 10 benefícios que a prática de pilates traz:

  1. Consciência corporal e melhor postura

Profissionais de educação física afirmam que o maior dos benefícios do pilates é a consciência corporal, pois após adotar a prática, você será capaz de relacionar as dores e lesões ocasionadas pelas tarefas do dia a dia com os movimentos feitos em aula.

O pilates possibilita que você se torne mais consciente da sua postura, de como se posicionar ou sentar, em atividades do cotidiano, como ao atender o telefone, utilizar o computador, ou até mesmo descansar o pescoço.

Os alongamentos e movimentos possibilitam maior espaço entre as vértebras, o que não só transparece que você seja mais alto, como também contribui para uma melhor mobilidade, assim transformando sua coluna com menos rigidez. Essa nova flexibilidade obtida pode evitar problemas degenerativos na coluna vertebral, assim favorecendo também uma movimentação com mais facilidade e menos desconforto.

  1. Sem impacto sobre as articulações

O pilates é uma ótima maneira de preparar você para atividades de maior intensidade. Os exercícios não colocam qualquer estresse sobre as articulações e não geram desgastes sobre seus ligamentos e cartilagens em torno de suas articulações, principalmente quando nos referimos às articulações dos ombros e joelhos.

O pilates pode ser considerado uma reabilitação corporal ou uma leve sessão de fisioterapia. Diferenciando-se de exercícios mais intensos, pode ser praticado todos os dias, pois não gera sobrecarga sobre músculos e articulações.

  1. Mente sã

Os benefícios do pilates não só se limitam ao melhor condicionamento físico, mas também abrangem a saúde emocional. Os movimentos suaves e firmes podem contribuir para acalmar a mente e o sistema nervoso. Os alongamentos e movimentos podem fortalecer os músculos, assim melhorando a circulação sanguínea e reduzindo a tensão de forma mais completa.

A cada treino você poderá se sentir mais calmo, equilibrado, possivelmente mais rejuvenescido e sem estresse. É fundamental se concentrar para permitir que toda a tensão seja eliminada, essa é a forma de seu corpo conquistar saúde física e mental.

  1. Mais equilíbrio e mais coordenação motora

As mulheres constituem a maioria dos praticantes de pilates, e a faixa etária de 40 anos é uma fase que exige mais atenção para elas, pois é possível identificar a deterioração de equilíbrio e enfraquecimento de músculos e receptores nervosos, reduzindo assim a sensibilidade.

Elas buscam apoio no pilates, pois este pode inverter o processo de envelhecimento e favorecer a uma melhor estabilização. A prática pode trabalhar músculos pequenos e profundos, os quais são necessários para manter o corpo, principalmente a coluna, condicionada para caminhadas e atividades mais densas.

Os movimentos realizados no pilates podem favorecer o seu preparo físico para inúmeras outras atividades, assim lhe preparando para evoluir ainda mais fisicamente, com mais capacidade de equilíbrio e melhor coordenação motora.

  1. Menos dores e rigidez

Se você é uma das pessoas que sofre constantemente com dores de osteoartrite, artrose e fibromialgia, então ficará feliz em saber que ao alongar seu corpo nas aulas de pilates, reconhecerá que a dor aliviará. Escolher o exercício adequado é vital para a gestão de artrite, pois aumenta a flexibilidade de todo o corpo para a execução de alongamentos, além de reduzir significativamente as fadigas.

Os alongamentos feitos no pilates ajudam a bombear os nutrientes vitais para os tendões e músculos, ajudando-os a se manter saudáveis e com menor possibilidade de lesões. Nota-se também um estímulo válido para a produção de lubrificantes (fluído sinovial), que agem sobre a aderência. Com uma melhor circulação, ombros, pernas, costas e pescoço se soltaram e então será possível identificar a redução de dores e rigidez, já que elimina a tensão.

  1. Pós-gravídico

Os benefícios do pilates também podem se estender às ex-gestantes. É comum conhecermos algumas mulheres que não se sentem satisfeitas com a parte inferior de seu abdômen após o parto. As agora mamães podem praticar os exercícios com alguns movimentos que tendem a colaborar para que o abdômen obtenha uma estrutura plana novamente, e isso ocorre devido à eficiência da memória muscular. É importante ressaltar que esse benefício é mais comum com mulheres fisicamente ativas, as quais se dedicaram apenas para obter um pouco mais de tonificação.

  1. Respiração correta

Muitas pessoas obtêm melhor qualidade de vida apenas por compreenderem as melhores técnicas de respiração, e isso pode ser aprimorado com a prática de exercícios físicos. Aqueles que lidam com bloqueio referente ao diafragma podem notar os benefícios do pilates no melhor controle da musculatura respiratória, ou seja, controlando melhor a inspiração e a expiração.

  1. Flexibilidade

Os alongamentos não só colaboram para você obter uma melhor postura ou reduzir as dores e problemas com as articulações. Ao praticar pilates, você poderá notar que sua flexibilidade será otimizada, principalmente da parte posterior do corpo, que é responsável pela maioria dos problemas de flexibilidade.

  1. Pode ser praticado em qualquer lugar

Assim como a yoga, os movimentos feitos no pilates são suaves e devem ser executados de forma lenta e reflexiva, assim exigindo concentração e foco. Mesmo com uso de pequenos acessórios, você pode praticar pilates não só nas academias, mas ao ar livre, em casa, ou em qualquer outro lugar, o que é muito interessante para pessoas que viajam e não desejam interromper a prática de exercícios.

  1. Todas as idades

Os benefícios do pilates podem ser muito convenientes para idosos. Os movimentos e o ambiente ameno proporcionam reflexão e descanso para aqueles que buscam uma melhor qualidade de vida através da prática de exercícios físicos. Há academias que disponibilizam turmas especiais para esse público, onde os instrutores analisam as limitações e despertam a atenção dos praticantes, motivando-os e construindo uma aula voltada para a superação de cada aluno.

Os benefícios do pilates podem ser notados a partir da terceira semana de dedicação, dentre esses, os idosos poderão reconhecer que dormirão melhor e se sentirão mais dispostos.

Crianças também podem praticar pilates, melhorando assim principalmente o alongamento e a postura.

Saúde masculina

Saúde masculina

Atualmente os homens estão mais vaidosos, preocupados com o físico e com a saúde. Podemos observar um significativo crescimento na procura por consultas médicas preventivas, em tratamentos estéticos e posturais e em atividades físicas.

Benefícios do Pilates para os homens:

Melhora da flexibilidade, bem-estar físico e mental, liberação do hormônio endorfina. Consequentemente podemos observar maior disposição sexual e aumento do prazer (trabalho da musculatura pélvica).

Outros benefícios conquistados com a técnica são fortalecimento muscular, diminuição de tensões e stress, diminuição das dores, melhora do condicionamento físico e melhor desempenho em outros esportes.

Envelheça com qualidade de vida! Venha conhecer o Studio Atena!