Grávida pode praticar Pilates?

Início / Blog / Grávida pode praticar Pilates?

A primeira atitude da maioria das grávidas é buscar alternativas para que o período transcorra de maneira tranquila e saudável. Fazer pequenas caminhadas, malhar, praticar natação são atitudes interessantes para escapar do sedentarismo. Em relação às práticas físicas um questionamento é muito comum. As gestantes podem praticar pilates? Bem completo, o pilates é uma atividade que envolve força, flexibilidade, respiração e coordenação dos movimentos. Hoje cada vez mais mulheres praticam e usufruem dos benefícios que não são poucos.

Considerada uma atividade de baixo impacto, o pilates fortalece a região pélvica, as costas, e ombros. Os outros benefícios são igualmente relevantes: melhora na capacidade respiratória, circulação do sangue, condicionamento físico, controle do peso, e diminuição das dores e cansaços típicos da gestação.

Há exercícios específicos no pilates. É obvio que alguns deles não serão recomendados para gestantes, mas é possível usufruir de todos os benefícios da atividade na prática responsável dos que forem sugeridos.

Evite o exagero nos exercícios

Mesmo não sendo grávida, o exagero em exercícios físicos pode custar caro à saúde. Em gestantes o chamado overtraining é ainda mais grave em razão da maior necessidade de cautela com o corpo no período.

É claro que a atividade física promove sensação de satisfação e a vontade de praticar mais e mais é inescapável. Mas é fundamental respeitar os limites do próprio corpo, pois a alta intensidade poderá provocar: mal estar, falta de ar, náusea, perda de líquido, sangramento na vagina e iminência de desmaios.

No aparecimento destes ou outros sintomas, é necessário interromper a atividade de maneira imediata e consultar o médico.

Dicas importantes para a saúde da gestante

Gravidez não é um fardo como algumas pessoas pensam. Com alguma dedicação e cautela é viável encarar os nove meses com conforto e alegre expectativa para o dia do parto. Além de praticar pilates, musculação, e caminhar é válido seguir alguns passos que são considerados determinantes para a saúde.

Dormir regularmente – O sono regular está diretamente relacionado com qualidade de vida, e a gestante deverá dormir cerca de 8 horas por noite.

Beber bastante água – A ingestão de cerca de 2 litros de água por dia é útil para a circulação de nutrientes pelo corpo, manutenção da temperatura do corpo e para garantir a hidratação certa.

Fugir do estresse – Escapar de situações estressantes é essencial para a saúde do corpo. O estresse prejudica o sono, provoca ansiedade, compromete o sistema imunológico e pode ser um desencadeador para doenças sérias.

Alimentar-se de forma equilibrada – Comer legumes, frutas, verduras, cereais, carnes magras é muito bom para a saúde da mãe e do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *