Quedas fazem 30% dos idosos se machucarem ao ano no Brasil

Início / Blog / Quedas fazem 30% dos idosos se machucarem ao ano no Brasil

Organização Mundial de Saúde alerta sobre os riscos de quedas entre idosos. O alerta é da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. As quedas são os principais pontos de atenção, já que elas fazem vítimas pelo menos 30% dos idosos ao ano, segundo dados da Organização Mundial Da Saúde. O grande problema é a recuperação que é mais lenta, devido às mudanças fisiológicas em ossos e articulações que estão envelhecidas.

A funcionária pública Denise Wanke conta que seu marido, João Nicolau de 71 anos, fraturou o tornozelo há cerca de 30 dias. “Ele estava voltando do parque quando escorregou. Chegou em casa falando que não era nada demais, mas quando o inchaço aumentou fomos ao médico”, explica. Segundo Denise, o médico orientou que ele usasse a bota ortopédica e uma bengala para auxiliar na locomoção, por 60 dias, além de fazer fisioterapia.

Segundo o Ministério da Saúde existem vários exercícios que podem auxiliar na prevenção dessas quedas que parecem de pequeno impacto, mas que causam grande transtorno. As atividades podem reduzir cerca de 10% os riscos de tombos. Atividades de equilíbrio, como o pilates e alongamento são opções.

Dentro de casa, o Ministério da Saúde indica cuidados no banheiro, como tapetes antiderrapantes, barras de apoio para auxiliar na hora do banho e boa iluminação. No quarto tomar cuidado com a altura da cama. Problemas nos ossos afetam jovens

O problema não afeta somente idosos. A OMS afirma que pessoas jovens que já enfrentam problemas nos ossos, como hérnia de disco e dores nas colunas devem se cuidar através de alongamentos e medicação.

Ainda jovem, a assistente de seguros Fernando Mezzadri Lopes, descobriu aos 25 anos uma hérnia de disco. Hoje aos 28 anos, Fernanda conta que sentia fortes dores nas costas desde os 18 anos e que somente em 2013 descobriu a doença. “Antes de descobrir a hérnia sentia com muita freqüência, sinto muita dor quando faço muito esforço do tipo carregar algo pesado, ou ficar muito tempo em pé”, diz.

A jovem toma medicamento durante crises e quando a dor é intensa e ela não consegue nem mesmo se mexer. A hérnia de disco acontece quando uma parte do disco que fica entre as vértebras, sai da posição normal e comprime as raízes dos nervos que começam na medula espinhal e vão até a coluna vertebral.

Fernanda añrma que já fez fisioterapia, hidroterapia e pilates. “Alongamento e pilates ajudam a prevenir”, explica. Por ter problemas na coluna a jovem não pode fazer exercícios de auto impacto na academia, por exemplo. E já teve vezes onde teve que parar uma atividade devido a intensa dor nas costas. “A última que lembro estava escovando os dentes, a hora que abaixei senti dor intensa e tive que pedir ajuda pra chegar até a cama”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *