Pilates auxilia no tratamento da hérnia de disco

Início / Blog / Pilates auxilia no tratamento da hérnia de disco

O desequilíbrio osteomuscular é hoje considerado o maior causador de compensações musculares, dores e problemas de coluna. Na maioria dos casos, o paciente sente dores insuportáveis sem saber ao certo o que está acontecendo. Dentro desta estatística de causas, pode-se considerar que 5,4 milhões de brasileiros que sentem dor lombar, sofrem de hérnia discal nesta região da coluna. São essas dores que incapacitam as pessoas, muitas vezes, de realizarem atividades simples da vida diária, comprometendo a qualidade de vida. A prática contínua do pilates auxilia no tratamento.

Fisiologicamente, na hérnia de disco o espaço entre essas vértebras diminui e o disco é pressionado e até mesmo desgastado. Quando este desgaste é muito grande pode ocorrer uma ruptura no anel (a parte externa do disco), deslocando o núcleo discal para fora. Geralmente esse fragmento do disco que escapa comprime alguma (s) raiz (es) do nervo, causando dor e/ou formigamento, mais comum nas pernas e braços.

A prática de pilates tem sido uma alternativa freqüente para a reabilitação e a estabilização da hérnia de disco. Resumidamente, a prática dos exercícios proporciona o alongamento da cadeia muscular posterior, um ganho de espaço intervertebral e hidratação do disco. Este espaço é mantido com o fortalecimento do abdome e estabilização do tronco, fazendo com que o indivíduo tenha diminuição do quadro de dor e melhora da qualidade de vida. O tratamento da hérnia de disco pode ser dividido em fases dependendo do seu limiar de dor. A avaliação é realizada por uma profissional de fisioterapia que fará as indicações necessárias ao tratamento.

Não há nenhuma restrição quanto à prática regular dos exercícios por quem sofre com a hérnia de disco, seja na fase aguda, subaguda ou crônica desde que sejam orientados por um profissional qualificado, o qual buscará a progressão dos exercícios específicos para cada fase.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *